segunda-feira, 18 de abril de 2011

EXPOSIÇÃO FLAMENGO CAMPEÃO 81

ALEGRIA DE SER RUBRO NEGRO

Já vivi muitas emoções com o Flamengo, algumas imensas outras menores, muitos jogos no maracanã, fora dele, jogos com amigos, títulos, sede da Fla Brusque, conhecer pessoalmente ex jogadores que construíram nossa historia, visita do Zico em nossa sede entre outras que poderia descrever detalhadamente, porem, o farei em outras oportunidades.
Neste 15 de abril, ultima sexta feira, novamente o Flamengo me deu a oportunidade de viver mais uma dessas grandes emoções que só ele proporciona, que quem não é não entende, e nós rubro negros sabemos qual o real significado.
Pela manha saímos de Busque em comitiva para buscar na cidade de Joinville os companheiros Mauro, Bruno, Bia e o artilheiro das decisões Nunes, e claro também efetuar o transporte das taças de Campeão Brasileiro de 1980, Libertadores de 1981 e Campeão Mundial de 1981, e todos os outros componentes que faziam parte da exposição.
Ricardinho e eu em um carro, Lauritzen e Chamba em outro, após alguns contratempos que nos atrasaram, em algum pouco tempo chegamos ao hotel onde estavam hospedados os membros da comitiva rubro negra, dali partimos para arena buscar todo o material. Ótima viagem para Brusque em companhia de Mauro Chaves e Nunes, boas histórias, grandes conversas e troca de informações de como seria nosso dia dali pra frente.
Chegamos por volta das 13 horas em Guabiruba, no restaurante Schumacher, almoçamos já em companhia de outros amigos que vieram nos prestigiar. Algumas fotos, conversas dos mais variados assuntos, tudo é claro relacionado ao Flamengo, desde aos tempos gloriosos do jogador Nunes até assuntos atuais como o caso Adriano.
Saindo do almoço partimos em direção a Sede da Fla Brusque para montar a exposição, sendo que o pessoal que estava decorando o ambiente já estava com muita coisa pronta, ficando apenas alguns detalhes e a montagem da estrutura. Tudo pronto, dentro de tudo que foi planejado abrimos as 17:00 horas oficialmente a exposição.
Nesse momento, com as pessoas já fazendo fila para a entrada iniciamos os trabalhos, muitas fotos, muitos flashes, nostalgia, emoção e tudo que marca algo que tem um valor para as pessoas. Em primeiro momento fiquei observando qual seria a reação das pessoas sobre aqueles objetos de desejo de muitos, nossas taças, ali expostas, tão pertinho, ao alcance inimaginável de alguém que nunca teve a oportunidade de ir ao Rio de Janeiro, gávea, nossa sala de troféus, enfim, tudo naquele momento era paupável, próximo e de acesso impensado anteriormente.
Já passava das 18 horas quando foi anunciada a presença do artilheiro Nunes em nossa sede, entrando com todas as honras que lhe era merecida, chegou ao som implacável do hino do Flamengo, entoada pelo som mecânico e fortalecido pelas vozes que o cercavam. Uma calorosa salva de palmas para mostrar-lhe o carinho que todos sentiam por ele, é claro, por tudo que fez por nós e ao Flamengo.
Após essa chegada triunfal, ele se colocou de forma que, através de uma organizada fila pudesse com seu carisma e atenção atender aqueles apaixonados rubro negros, que em sua maioria não só queiram um autógrafo mas como também registram em foto para a eternidade aqueles momentos tão especiais.Registra-se que a partir dali até o final da exposição o artilheiro atendeu a todas as pessoas que o buscaram para conhecê-lo.
Muita descontração na atmosfera que cercava a Fla Brusque, muita alegria e emoção proporcionada por todos os visitantes e organizadores.
Não sabendo precisar mais o horário, o diretor Mauro Chaves me chama juntamente com nosso presidente Ricardinho, comunicando que a Presidente do Flamengo, Patricia Amorim nos queria falar pelo telefone do Rio de Janeiro. Sinceramente eu não lembro do que ele me falou pois estava tão entusiasmado e eufórico que lembro apenas que agradeci muito pela oportunidade que nos foi proporcionada e refiz um convite que havia feito anteriormente de forma pessoal quando estive no Rio, para que ela pudesse vir a Brusque. Sobre o Ricardinho, apenas lembro que o mesmo a convidou para seu casamento em novembro!!!! Vale lembrar também que de forma muito carinhosa a presidente nos mandou uma mensagem que foi exibida durante a noite para toda a torcida Rubro Negra de Brusque e região.
Conforme havíamos combinado e organizado, por volta das 22 horas foi encerrada a exposição com grande sucesso e registro oficial de mais de 700 pessoas nos local, nos deixamos muito satisfeitos em relação as expectativas.
Malas e materiais prontos seguimos para o jantar com os diretores e o ex jogador Nunes. Como anfitrião, Ricardo Ganz nos recebeu em sua chácara na localidade da limeira. Chegando no local, o Panka e sua equipe já haviam preparado um churrasco e jantamos todos por ali mesmo. Em seguida para a surpresa dos presentes começou uma grande queima de fogos que veio para coroar todos os momentos daquele dia maravilhoso que passamos juntos.
Agradecimentos mais do que especiais:
PRESIDENTE DO FLAMENGO,
DIRETORIA DO FLAMENGO,
IMPRENSA DE BRUSQUE E REGIÃO,
VISITANTES DA EXPOSIÇÃO,
PATROCINADORES DA EXPOSIÇÃO,
DIRETORIA DO FLA BRUSQUE.

Muito mais coisas estão sendo programadas para vir por ai, temos agora títulos a disputar, mais emoções a desfrutar e o principal, continuar cultivando o amor pelo CLUBE DDE REGATAS DO FLAMENGO.

SRN
FABIO KRIEGER

2 comentários:

Anônimo disse...

Fábio,

Parabéns pelo texto, show de bola!

Flamengo é Flamengo e vice-versa!

Abraço,

Fernando Lauritzen

Angioletti disse...

"O Flamengo é o clube mais popular porque é o mais fácil de ser querido. E é o mais fácil de se querido porque não estabelece fronteiras para os que o amam ou desejam amá-lo. O Flamengo aceita o amor de todos, as simples simpatias, as amizades puras, serenas, as paixões desencadeadas. E o que é mais importante: se orgulha delas. Por isso se pode amá-lo à imagem e semelhança de cada um". Faço das palavras de Mário Filho as minhas. Parabéns Fla-Brusque.